Nova Olimpia (MT), 17 de outubro de 2021 - 06:56

? ºC Nova Olimpia - MT

Policial

12/09/2021 07:15 Assessoria

Polícia Civil recupera 50 ton. de feijão e desarticula grupo envolvido receptação de cargas e adulteração de carretas

A Polícia Civil, em investigação realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), desarticulou um grupo criminoso envolvido com receptação de carretas e cargas roubadas e adulteração de veículos. A ação resultou na recuperação de uma carga de aproximadamente 50 toneladas de feijão roubada e na apreensão de duas carretas.

Quatro integrantes do grupo foram presos em um galpão em Várzea Grande que era utilizado para esconder os produtos de crime. Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, adulteração de sinal de veículo automotor, posse ilegal de arma de fogo e munições e associação criminosa.

Durante investigações referentes a roubos de cargas, a equipe da GCCO recebeu informações de que um galpão localizado no bairro Estrela Dalva em Várzea Grande estava sendo utilizado para adulteração de caminhões e receptação de cargas roubadas.

Com base nas informações, os policiais iniciaram o trabalho de monitoramento na região conseguindo identificar o local e constatando a movimentação suspeita de pessoas carregando sacos de um caminhão para o outro dentro do galpão. Ainda durante o monitoramento, os policiais visualizaram o momento em que chegou ao local um caminhão e uma carreta que entrou rapidamente e logo foram fechados os portões.

Diante das evidências de ação criminosa, os policiais realizaram a abordagem no local, onde foram encontradas duas carretas com indícios de adulteração, lixadas e sem placas identificadoras. Os veículos estavam carregados com aproximadamente 50 toneladas de feijão, em sacos de aproximadamente 25 quilos.

Em checagem no sistema, os policiais identificaram que a carga era produto de roubo ocorrido no dia 04 de setembro, na MT-246, sentido Barra do Bugres/Jangada. Na ocasião, o motorista que  fazia o transporte da carga carregada em Campo Novo do Parecis com destino ao Porto de Paranaguá, foi abordado pelos criminosos armados e mantido em cativeiro até a consumação do crime.

As investigações indicaram que a carreta carregada com o feijão foi deixada no galpão em Várzea Grande, na quarta-feira (08), para realização do transbordo da carga. Em buscas no escritório instalado no local, foi encontrada uma pistola calibre 380, um carregador e cinco munições.

Diante dos fatos, oito pessoas que estavam no local foram conduzidas, sendo evidenciado o envolvimento de quatro suspeitos nos crimes de receptação de carga roubada, adulteração de veículo automotor, posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Os outros quatro conduzidos foram contratados pelo grupo para fazer o remanejamento da carga e foram ouvidos como testemunhas.

O delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, destacou que os suspeitos fazem parte de uma associação criminosa envolvida em crimes de roubos e receptação de carga e que as investigações continuam para identificar outros envolvidos nos crimes.


Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo