Nova Olimpia (MT), 21 de setembro de 2020 - 10:00

? ºC Nova Olimpia - MT

Curiosidades

PUBLIEDITORIAL 19/07/2020 07:07 RDNEWS

Os maiores músicos de jazz que você precisa conhecer

Um dos estilos musicais mais celebrados do mundo, o jazz conta com nomes de peso como Ella Fitzgerald e Miles Davis; relembre outros músicos

Boemia, sensualidade e uma manifestação cultural americana: o jazz é um estilo musical tão plural que se torna quase indescritível. Até mesmo o significado do seu nome, derivado da palavra ‘jass’ ou ‘jas’ vem de uma gíria que referenciava sutilmente o espírito sensual de gingado e vigor. Surgido nos Estados Unidos no final do século XIX e início do século XX, o jazz foi originado de um legado religioso afro-americano que teve influência direta no restante da Terra do Tio Sam e no mundo com grandes músicos.

Nascido de um encontro entre tradições e ritmos, o jazz reúne as culturas dos escravos, que usavam tambores para dançar e cantar, e a influência da música europeia. Unindo estilos como blues, ragtime e spirituals, o jazz teve início na cidade de Nova Orleans, entre os anos de 1897 a 1917. Inicialmente ambientado em locais marginalizados, como bordeis, esse estilo musical foi se popularizando pelo mundo, rendendo o surgimento de alguns dos maiores músicos de toda história e grandes shows de jazz pelo mundo todo.

Os maiores músicos de jazz de todos os tempos

Além de eternizar sua batida devido ao seu ritmo único, o jazz também produziu alguns dos maiores músicos de todos os tempos. Selecionamos alguns deles para que você relembre como a sua grandiosidade ao explorar sons e evocar emoções ainda está presente nos dias de hoje:

Billie Holiday

Ladies, first!. Começando com uma das grandes damas do jazz, Billie Holiday. Assim como a maioria dos principais músicos desse estilo musical, a cantora, considerada uma das vozes femininas mais importantes do jazz, teve uma infância difícil. Nascida na Filadélphia e criada em Baltimore, Pensilvânia, aos 14 anos, Billie se mudou para Nova York, onde trabalhou limpando bordeis onde também acabou se prostituindo mais tarde. Sua carreira na música começou nos anos 30 em bares do Harlem. Era viciada em drogas, principalmente em heroína, e morreu jovem, aos 44 anos.

Louis Armstrong

É impossível falar de jazz sem falar de Louis Armstrong. Um dos principais nomes do gênero, em 1917 ele participou da primeira gravação de jazz para um grande público. Excelente trompetista, atingiu o auge no fim da vida como crooner (cantor que executa suas músicas junto com uma orquestra ou coral) por sua voz marcante e grave. Louis Armonstrong morreu em 1971 e nos deixou grandes sucessos como “What a Wonderful World”.

Nina Simone

Diva do jazz e engajada em causas sociais, Nina Simone combateu o racismo a vida toda e até cantou no enterro de Martin Luther King. Pioneira ao unir elementos do R&B e do blues no jazz, morreu aos 70 anos, em 2003. Sua história de vida é sofrida e marcante, assim como sua voz, e pode ser conhecida no documentário “What Happened, Miss Simone?”, disponível na Netflix.

John Coltrane

Outro grande nome do jazz, John Coltrane teve uma vida breve e agitada. Toda a melancolia do jazz foi vivenciada pelo músico na pele: aos 20 anos, ele largou a Marinha, em 1946. Seu início no jazz foi nessa época e John Coltrane participou da banda de Miles Davis por alguns anos, mas eles tiveram problemas de relacionamento causados por seu vício em heroína. Começou a investir em sua carreira solo somente aos 33 anos e morreu aos 40, em 1967.

Miles Davis

Uma das figuras mais emblemáticas do jazz em todos os tempos, Miles Davis tem em seu trompete uma fonte inesgotável de melodias marcantes. Seu primeiro contato com o instrumento se deu aos 12 anos, mas Davis só começou a ler partituras aos 16. Responsável pela criação de um subgênero importante do Jazz, o “Cool Jazz”, o trompetista lançou “Kind of Blue”, um dos álbuns mais importantes de todos os tempos e marco definitivo do jazz, em 1959. Miles Davis morreu em 1991.

Ella Fitzgerald

Nascida na Virgínia, em 1917, Ella Fitzgerald é considerada uma das cantoras mais importantes do século XX. Com uma infância problemática, em 1932 ela perdeu sua mãe, que sofreu um infarto. Perder a figura materna cedo impulsionou alguns problemas que lhe renderam internações em reformatórios e discussões com a polícia. Aos 17 anos estreou nos palcos no Harlem, no Teatro Apollo, em 1934. Falecida aos 79 anos, em 1996, Ella se consagrou como uma das figuras mais emblemáticas do jazz no mundo todo.

Esses são só alguns dos gigantes do jazz. Hoje, o estilo musical tem se renovado e inclui nomes da atualidade e da cultura pop como Norah Jones. O importante é que ele permanece vivo no cenário musical.


Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo